top of page

Maio 2024


 

Ranking ABRAS 2024 apresenta as maiores empresas do varejo alimentar

Presidente e superintendente da APES prestigiaram o evento.


Os presidentes da ABRAS, João Galassi, e da APES, João Alves

A Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) divulgou na noite do dia 08 de abril o tradicional Ranking ABRAS, o estudo que retrata as movimentações do setor supermercadista no ano anterior. O anúncio das 30 maiores empresas do setor ocorreu durante o Smart Market, encontro do setor que reúne as lideranças do varejo alimentar, e que vai até o dia 09 de abril, no Transamérica Expo Center em São Paulo.


Um dos palestrantes convidados do Smart Market ABRAS 2024 foi o ex-governador do estado do Ceará, Ciro Gomes, que falou para uma plateia lotada de grandes empresários do setor supermercadista brasileiros sobre os motivos da baixa produtividade nas organizações brasileiras em comparação às americanas, europeias e asiáticas

Em sua 47ª edição, o estudo do Ranking ABRAS monitora o desempenho e as principais movimentações das empresas supermercadistas, compondo um amplo levantamento do resultado do trabalho do varejo alimentar que, juntos, constituem um dos setores mais fortes, dinâmicos e representativos da economia nacional.


O varejo alimentar apresentou em 2023, mais uma vez, um ano de crescimento, como foi retratado no 47º estudo do Ranking ABRAS 2024, desenvolvido pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS em parceria com a NielsenIQ, baseado na Estrutura do Varejo do instituto de pesquisa.


A parceria da NielsenIQ foi um dos pontos importantes levantados, e mais uma novidade foi anunciada pelo vice-presidente de Relações Institucionais e Administrativo da ABRAS, Marcio Millan, por Retail Vertical Director Brasil da NielsenIQ, Domenico Tremaroli e por João Galassi. O monitoramento semanal ABRAS em que será apresentado uma visão do mercado na venda de frutas, legumes e verduras. “Essa novidade nasceu de um movimento de alguns supermercadistas para entender como estão as vendas do setor”, declarou Galassi.


Pesquisa Ranking ABRAS 2024

Com uma nova abordagem, o setor supermercadista alcançou um faturamento de R$ 1 trilhão, por meio da operação de todos os formatos e canais de distribuição (supermercado convencional, hipermercado, atacarejo, mercado de vizinhança, loja de conveniência e contêiners em condomínios). O resultado registrado naquele ano passado representou 9,2 % do Produto Interno Bruto Nacional (PIB).


O destaque do Ranking ABRAS foi o crescimento no faturamento Grupo Muffato em 30,01%, do Supermercados BH em 24,91%, do Grupo Mateus em 22,49%, do Assaí em 21,92% e Grupo Pereira em 17,57%.


Quando o assunto é quantidade de novas lojas, os destaques ficaram para o Supermercados BH com 45 novos estabelecimentos, Grupo Mateus com 26, Assaí com 25, Plurix com 19 e Grupo Muffato com 16.

 

As 30 maiores

No evento, foram anunciadas as 30 maiores empresas do setor supermercadista em um momento de muita expectativa e emoção resultado do esforço e dos investimentos das empresas em suas marcas, seus ativos e processos. O estudo considera, especificamente, a amostra proveniente das empresas que participaram da pesquisa do Ranking ABRAS 2024, e que nesta edição teve participação ampliada, correspondendo a um grupo de 1.251 empresas supermercadistas.


No topo, o Carrefour lidera pela oitava vez o Ranking ABRAS, movimentando R$ 115,5 bilhões em 2023. O segundo colocado no Ranking ABRAS, o Assaí Atacadista, ficou com R$ 73 bilhões, sendo seguido pelo Grupo Mateus ficou em terceiro, tendo apurado no período R$ 30,3 bilhões. Neste ano, os primeiros colocados mantiveram suas posições. A única surpresa foi o Grupo Koch que entrou para as 10 maiores empresas supermercadista do país, e ocupa hoje o10º lugar, com um faturamento de R$ 8 bilhões, com 64 lojas, 1.602 checkouts e quase 10 mil funcionários. As novas empresas que entraram este ano no Ranking ABRAS foram: Novo Atacarejo, Grupo ABC e Roldão Atacadista.


 

Em reunião, Finep apresenta soluções de inovação para as empresas supermercadistas

Empresa pública tem linhas e modalidades de financiamento para as empresas que desejam investir em tecnologia e inovação

O presidente da APES, João Alves, e a superintendente da entidade, Silvana Buarque, participaram de reunião com a Finep - Financiadora de Estudos e Projetos -, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, que visa o fomento à ciência, tecnologia e inovação em empresas, universidades, institutos tecnológicos e outras instituições públicas ou privadas.


A pauta, sobre soluções de inovação para as empresas supermercadistas, foi apresentada pelo Gerente da Regional Nordeste da Finep, Ossi Ferreira. O encontro contou com a participação da vereadora do Recife, Cida Pedrosa.



Desse encontro surgiu o WorkShop que acontecerá no dia 9 de maio, às 8h30, no auditório da ASPA (Av. Eng. Domingos Ferreira, 801 - 3 andar - Pina - Recife).


No encontro, voltado para todos os entes da cadeia do abastecimento, serão apresentadas as linhas e modalidades de financiamento para as empresas que desejam investir em tecnologia e inovação.



Informações pelo WhatsApp (81) 9 9114 4979.



 

Aspa Mulher: um projeto desenvolvido para o fortalecimento feminino no setor atacadista-distribuidor


A Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores promoveu no dia 24 de abril a primeira edição do Aspa Mulher, evento que reuniu mulheres para celebrar o empoderamento e o fortalecimento das lideranças femininas. A superintendente da APES, Silvana Buarque, participou do encontro.


A programação do evento, que aconteceu no La Casa, em Casa Forte, zona norte do Recife, contou com a palestra de Barbara Montsan, CEO e fundadora da GW Company - Consultoria e assessoria empresarial para mulheres. Sua fala, cujo tema foi “Panorama, passado, presente e futuro: a história dos direitos das mulheres”, provocou reflexões entre as participantes.



Na sequência, o tema “Ser Mulher em 2024: os desafios do mercado de trabalho. O que mudou? O que ainda precisa mudar?” foi abordado em forma de talk show que contou com a participação de Arquivania de Paula, Mila Moura e Renatinha Dantas. Foi um momento compartilhamento de experiências e saberes, promovendo troca de conhecimentos.



Ainda na programação, apresentação da cantora Taina Sampaio e sessões de massagem relaxante para as participantes.


 

Está chegando o dia da APAS SHOW 2024

Até o dia 16 de maio associados APES garantem gratuidade à feira e valores diferenciados no Congresso


Está chegando a APAS SHOW, maior evento de bebidas e alimentos das Américas e a maior feira supermercadista do mundo!


E a APAS, entidade co-irmã promotora do evento, estendeu aos associados APES a gratuidade no acesso à feira e também o desconto para participar do congresso.


Quem se inscrever no congresso até 30/04 de R$ 1.090,00 paga R$ 375,00 por dia e para inscrições de 01 de maio até o dia 16, de R$ 1.500,00 o supermercadista associado paga R$ 500,00 por dia adquirido.


FEIRA*

ATÉ 16/05

NÃO-ASSOCIADOS

R$ 600

ASSOCIADOS APES

-

CONGRESSO**

ATÉ 16/05

NÃO-ASSOCIADOS

R$ 1.500,00

ASSOCIADOS APES

R$ 500,00

*todos os dias de feira **por dia adquirido


Inscrições: https://apasshow.com/


Para dúvidas, entrar em contato com o WhatsApp 11 940573894 ou e-mail suporteestadual@eventosapas.com.br


 



STJ afeta tese para julgamento sob sistemática de Recursos Repetitivos

A legalidade da inclusão do PIS e da Cofins na base de cálculo do ICMS (Tema 1.223)

Por: Escritório Ivo Barboza


A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça afetou os Recursos Especiais nº 2.091.202, 2.091.203, 2.091.204 e 2.091.205 para julgamento sob a sistemática dos recursos repetitivos, tendo em vista a existência de diversos casos semelhantes.

 

A matéria controvertida versa sobre a legalidade da inclusão do PIS e da COFINS na base de cálculo do ICMS. Devido ao volume de processos sobre este tema, o STJ irá uniformizar, com força vinculante, o entendimento a ser adotado pelo Poder Judiciário. Na oportunidade, o STJ irá analisar se o PIS e a COFINS se enquadram nos requisitos para inclusão na base de cálculo do ICMS, como valor da operação, entre outros elementos.

 

É importante observar a distinção desta matéria com aquela julgada no Tema 69 do STF (Tese do século). No presente caso, o STJ irá decidir pela inclusão do PIS e COFINS – contribuições federais - na base de cálculo do ICMS que é um imposto estadual. O STF, por sua vez, apreciou o tema da inclusão do ICMS na base de cálculo do PIS e da COFINS.

 

Ressalta-se que existem decisões favoráveis e desfavoráveis à tese do contribuinte, uma vez que o Judiciário não possui uma uniformidade definida. Nesse cenário, os contribuintes podem pleitear no Judiciário a restituição dos valores pagos indevidamente de ICMS nos últimos cinco anos, bem como requererem a não incidência do ICMS sobre as referidas contribuições.

 

Como visto, a decisão trará importantes impactos nas empresas, dada a relevância do impacto financeiro da matéria discutida.

 

O ponto de atenção é que, em razão da repercussão financeira, mesmo que o Superior Tribunal de Justiça venha a dar ganho de causa aos contribuintes, há a possibilidade de que sejam modulados os efeitos da decisão. Ou seja, é possível que apenas os contribuintes que questionaram a cobrança antes do julgamento tenham assegurado não só o direito de não fazer incidir ICMS sobre o PIS e a COFINS, como também o direito à restituição do valor recolhido indevidamente durante os cinco anos anteriores a propositura da ação.

 

A área de Tributos Estaduais do escritório Ivo Barboza & Advogados Associados está à disposição para auxiliar as empresas que desejarem mais informações sobre o assunto. Visite o nosso site: www.ivobarboza.adv.br.



 

De 13 a 16 de maio

Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333Vila Guilherme - São Paulo - SP) Maior evento de bebidas e alimentos das Américas e a maior feira supermercadista do mundo. INFORMAÇÕES: https://apasshow.com/


 

ANIVERSARIANTES DE MAIO


04 - MARLIETE CINTRA

04 - JANE OLIVEIRA TORRES

10 - SR LUIZ CARLOS FERREIRA LINS

12- DJALMA FARIAS CINTRA JUNIOR

14- RODOLFO BEZERRA BORBA

16- MARIA J. DA S. FERREIRA

18 - DJALMA CINTRA

21 - MARIA MÔNICA TORRES

22- MARIA IARA BEZERRA BORBA

27- HERALDO MENEZES DE SÁ

27 – ANNE KELLY MARINHO

31- JOSÉ UBALDO



Commenti


bottom of page